top of page

Saiba como saúde dos olhos está atrelada à alta performance em esportes


A prática de atividade física está intimamente vinculada à saúde dos olhos. As habilidades visuais são necessárias em diferentes modalidades, como em esportes de precisão visual à distância, e olhos saudáveis podem prover alta performance, por exemplo, para o atleta de tiro esportivo e arco e flecha.


Mas a importância de estar com a visão corrigida vai além dos esportes de precisão. Existem situações, por exemplo, no futebol, em que a visão de jogo permite que o jogador faça o passe milimétrico que define a partida. Nesse cenário, a precisão garante ações motoras rápidas e com resultados que acompanham o ritmo da partida. Trata-se da chamada visão dinâmica.

Já a função oculomotora, relacionada aos movimentos oculares, permite ao atleta em posição estática iniciar um movimento de perseguição preciso, como na prática de tiro ao voo.

Outro exemplo de esporte que precisa de visão afiada é o boxe. Os lutadores não precisam necessariamente olhar para os punhos dos adversários, e o acompanhamento com oftalmologista pode ajudar a melhorar a capacidade de enxergar os movimentos que acontecem fora da linha de visão do atleta.


“Quando a imagem chega aos olhos do esportista de forma incompleta, turva, com deficiências, o cérebro demora mais tempo para tomar decisões, o que prejudica os movimentos de ação e reação”, explica o oftalmologista José Westphalen.

Outras capacidades visuais que também podem interferir na prática desportiva são:

  • Sensibilidade ao contraste;

  • Concentração visual;

  • Percepção de profundidade;

  • Movimentos oculares;

  • Tempo de reação visual;

  • Visão periférica;

  • Visualização e coordenação olho-mão-corpo;

  • Memória visual.

Campanha

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) pretende abordar o assunto saúde dos olhos e exercícios na campanha Visão no Esporte. O obejtivo é sensibilizar atletas amadores e profissionais, treinadores, professores e gestores sobre a importância de exames preventivos da visão.


“As habilidades visuais devem ser avaliadas com a ajuda do oftalmologista, que é o profissional mais capacitado para lidar com a complexidade dos olhos. É ele quem promove melhorias visuais úteis ao esporte”, afirma o oftalmologista Cristiano Caixeta Umbelino, presidente do CBO.

A iniciativa acontece de forma online, no dia 11 de fevereiro (sábado), a partir das 10 horas. Estão previstas as presenças de atletas, influenciadores e médicos especialistas que vão falar sobre a interação entre a saúde ocular e o esporte e debater políticas públicas.


Comments


bottom of page